NOTICIA

Katy Perry concede entrevista para rádios ao redor do mundo

Nessa semana Katy concedeu entrevistas para diversas rádios ao redor do mundo. Confira os principais trechos de cada uma:

Katy disse que se sente bem por poder fazer música durante esses 10 anos e que está muito contente com a recepção do público a Never Really Over, que é uma música que ela começou a compor em agosto do ano passado. Ela disse que após o fim da Witness Tour ela focou em se recuperar, pois quando você vai ficando velho seu corpo vai morrendo. Ela encerrou dizendo que gosta de estar em turnê pois é uma oportunidade de saber sobre novas culturas e conhecer novas pessoas, além de se educar.

Sobre seu trabalho, Katy disse:

“O que eu estou fazendo agora ir no estúdio uma vez ou outra sem essa pressão de ‘Hey, eu estou fazendo um álbum’, eu só quero poder criar, expressar e canalizar essas mensagens que vem na minha cabeça em músicas. Eu não estou colocando pressão e isso tem me ajudado. No passado eu costumava ser do tipo que passava 3 meses em estúdio de segunda a sexta. Em algum momento um trabalho completo virá mas, no momento, eu preciso analisar a demanda do público e saber se eles estão prestando atenção no que estou fazendo. Pra ser completamente honesta eu não tenho ouvido álbuns inteiros. E olha que eu sou uma grande fã de música, mas um álbum inteiro? Acho que o último álbum que ouvi inteiro foi o da Billie Eilish.”

Katy, Orlando Bloom e Billie Eilish

Katy revelou também que está está em processo de transição para uma alimentação com menos carne:

“Eu estou em transição para uma vibe de menos carne e sabe, eu tenho comido bastante ‘carne falsa’. Impossible Burgers é o meu favorito. Eu só estou, tipo, tentando ser boa de verdade. Eu gosto disso.”

Em outra rádio, Katy voltou a falar sobre seu trabalho e a possibilidade dela lançar um novo álbum:

“Eu ainda não decidi se vou lançar um álbum ou não. Diferente disso, eu estou tipo ‘Eu não estou fazendo um álbum, só estou indo em estúdio, escrevendo músicas, uma vez ou outra’, eu não quero uma estratégia para ter que fazer de tudo até a morte. Só quero ser livre e artística. Não existe mais pressão em mim porque eu quebrei o ciclo do meu próprio sucesso com meu último álbum que não teve tanto sucesso na crítica mesmo tendo ido bem em números. E eu sou grata por isso. Swish Swish e Bon Appetit juntas tem 1 bilhão de views no YouTube, Chained To The Rhythm também teve bom desempenho, elas tiveram um caminho muito bom para músicas que receberam destaque fora do álbum.”

Katy também comentou sobre o desempenho do Witness e como isso impactou ela:

“Eu sou grata porque isso meio que me tirou desse jogo onde sucesso é o único fator, sendo que isso nunca foi o ponto. É sobre espalhar uma mensagem com a música e conectar pessoas através das suas emoções.”

Sobre a competitividade na indústria da música, Katy disse:

“Sabe, quando suas prioridades mudam tudo muda. Eu acho que se você, tipo, acha que tem que ter um #1 a todo custo e isso é a coisa mais importante em sua vida, vai ser uma grande queda se você não conseguir. Mas se a coisa mais importante em sua vida for felicidade e equilibrar coisas como saúde mental, família e tudo isso, então você sabe que existe uma grande diferença do padrão de sucesso. ”

Quando questionada sobre quais artistas tem chamado sua atenção, Katy disse:

“Eu amo Rosalia! Ela é tão íntima e vulnerável, e ela sente tudo o que canta. E mesmo sendo em espanhol, você também sente e é por isso que música é uma linguagem universal. Eu amo Billie, ela é o tipo de estrela que só aparece uma vez e eu quero protegê-la. Eu só quero que ela possa ter amigos com quem contar e conversar, porque existe muita pressão. Acho que seria legal ela falar com a Lorde, que começou mais nova que ela e deu conta de tudo.”

Katy também falou sobre sua amizade com a cantora Sia:

“Hoje aos 30 eu tenho amigas incríveis com quem posso contar. Por exemplo, Sia é uma boa amiga. Eu posso fazer uma chamada de vídeo pra ela a qualquer momento e começar a chorar e ela vai continuar lá, ela é um ótimo ser humano.”

COMENTARIOS